Categorias
Uncategorized

Regras no transporte rodoviário de cargas sofrem alterações durante a pandemia

ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Regras no transporte rodoviário de cargas sofrem alterações durante a pandemia

A pandemia do coronavírus fez com que muitos serviços sofressem alterações devido a medidas estabelecidas pelos órgãos governamentais para evitar aglomerações em locais públicos. Nesse cenário, algumas regras e leis que regulamentam o transporte rodoviário de cargas também passaram por mudanças durante esse período. Confira algumas delas:

  • RNTRC – O Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas, cujo vencimento do prazo de validade dos certificados estava previsto para ocorrer entre 1º de março e 30 de junho, teve o prazo estendido para 31 de julho.
  • CITV – Foi prorrogada para 31 de julho a exigência do Certificado de Inspeção Técnica Veicular para circulação de caminhoneiros autônomos ou por empresas do ramo de logística.
  • CIOT – A normativa também suspende, até o dia 31 de julho, a emissão do Código Identificador da Operação de Transporte nos casos de contratação de TAC ou TAC equiparado por pessoas físicas para o transporte de cargas.
  • Balanças de pesagem – Foram suspensas, por tempo indeterminado, as atividades dos postos com balanças de pesagem nas rodovias federais concedidas.
  • CNH – Desde o dia 19 de fevereiro de 2020, está suspenso, por tempo indeterminado, o prazo para que o condutor possa dirigir com Carteira Nacional de Habilitação vencida. O prazo para que o processo de renovação da CNH fique ativo também foi estendido de 12 para 18 meses. Além disso, ficam suspensos, também por tempo indeterminado, os seguintes prazos: apresentação de defesa de autuação (recursos de multa), defesa processual e recursos de suspensão do direito de dirigir e de cassação do documento de habilitação e identificação de condutor infrator, incluindo processos já em andamento.

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Categorias
Uncategorized

O vale-pedágio é um direito dos caminhoneiros e deve ser pago por todos os contratantes de frete

ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

O vale-pedágio é um direito dos caminhoneiros e deve ser pago por todos os contratantes de frete

O pagamento do vale-pedágio, além de ser um direito previsto em lei, é uma das maiores conquistas de todos os transportadores autônomos de carga.

De acordo com a Lei nº 10.2009/2001, os contratantes do serviço de transporte (embarcadores ou equiparados) têm a responsabilidade de pagar o pedágio antecipadamente e fornecer o comprovante para o caminhoneiro antes de ele iniciar a viagem.

A legislação foi regulamentada pela Resolução nº 2885/2008 da ANTT para garantir que o valor do pedágio seja pago integralmente para todas as praças de pedágio que fazem parte da rota de cada viagem e de forma separada do pagamento do frete.

Assim, os caminhoneiros se organizam melhor e podem contar com a segurança para seguir viagem e com a certeza de que o valor do pedágio não sairá do próprio bolso.

Confira abaixo os meios homologados e descritos na lei para a realização dos pagamentos do vale-pedágio:

  • Cartão Pré-Pago – O caminhoneiro pode ter ou receber um cartão para o pagamento do pedágio, como é o caso do PAMCARD. O contratante carrega previamente um crédito no valor referente ao pedágio a ser pago da origem ao destino da carga, emite o comprovante do carregamento com as informações do responsável pelo carregamento do cartão e anexa ao documento da carga. O caminhoneiro passa pelas cabines de pedágio com o cartão magnético.
  • Pagamento Eletrônico (TAGs) – O contratante deve se cadastrar nas empresas habilitadas pela ANTT e utilizar o código do dispositivo eletrônico (Sem Parar, Move+, Veloe) do transportador para carregar o crédito referente ao valor do pedágio da origem ao destino da carga. Para essa transação, deverá ser emitido um comprovante, que precisa ser anexado ao documento da carga.
  • Cupom – O transportador recebe os cupons do contratante e os utiliza para o pagamento do pedágio na cabine. Esses cupons têm informações referentes ao adquirente, que deverá ser o contratante do serviço de transporte.

Caso seu contratante não esteja cumprindo a legislação vigente, denuncie-o para a Ouvidoria da ANTT pelo telefone 166, pelo e-mail ouvidoria@antt.gov.br ou pelo site www.antt.gov.br.

Fonte: Portal o Carreteiro (https://www.ocarreteiro.com.br/vale-pedagio-como-exigir-o-seu-direito/2/)

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Categorias
Uncategorized

Você sabe quando deve usar o botão de pânico do seu caminhão?

ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Você sabe quando deve usar o botão de pânico do seu caminhão?

Uma dúvida muito comum entre os motoristas é sobre a utilização do botão de pânico de seus caminhões. O que acontece quando ele é acionado? O caminhoneiro corre algum risco?

Pelo contrário. Ele foi criado para aumentar a segurança durante as viagens, já que existe uma equipe de suporte pronta para ajudar quando ele é acionado. Ele poderia, inclusive, ser chamado de botão de ajuda.

A Pamcary, em parceria como o Instituto Cuidando do Futuro, mapeou as respostas para as dúvidas mais frequentes, confira:

Quando devo apertar o botão de pânico?
Sempre que confirmar que está em situação de risco, como:

  • Se perceber que está sendo seguido.
  • Se for abordado.
  • Se sofrer um acidente.
  • Se presenciar algum companheiro nessas condições.

Se eu for abordado, será que o assaltante saberá que apertei o botão?
Não. O botão de pânico só alertará a central de monitoramento e somente ela identificará que ele foi acionado.

E o que acontecerá quando apertar?
A central de monitoramento prestará atendimento especial a você, identificando sua posição para acionar a polícia, uma ambulância ou qualquer outro serviço de socorro.

Fontes: Pamcary e Instituto cuidando do Futuro.

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Categorias
Uncategorized

Saiba como ter mais segurança nos momentos de parada

ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Saiba como ter mais segurança nos momentos de parada

As paradas são extremamente necessárias para que você consiga descansar o corpo, a mente e, assim, manter a atenção necessária para uma direção segura em sua jornada. No entanto, se elas forem feitas de forma indevida ou estiverem fora do plano de viagem, podem acarretar riscos para a sua segurança na estrada.

Por isso, relacionamos algumas dicas úteis para que você consiga ter uma jornada mais tranquila, mesmo em situações críticas. Confira:

  • Em suas pausas para almoço ou jantar, procure um local limpo, que ofereça boas condições de segurança e de higiene, para que você possa utilizar o banheiro e tomar um banho.
  • Caso tenha algum problema mecânico com seu caminhão, siga até um ponto que conte com estrutura para realizar os reparos da forma mais segura possível.
  • Para pernoitar, não pare em locais onde haja suspeita de prostituição ou exploração de crianças e adolescentes. Assim, você pode contar com mais tranquilidade e garantir um descanso seguro para você e para seu bruto.

De forma geral, procure parar apenas em locais recomendados e autorizados por sua empresa ou pela Central de Monitoramento, pois foram avaliados para sua segurança.

Lembre-se sempre de parar com segurança! Afinal, sua vida e a carga transportada estão sob sua responsabilidade.

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Categorias
Uncategorized

7 dicas práticas para economizar no consumo de combustível

ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

7 dicas práticas para economizar no consumo de combustível

Os gastos com combustível podem representar metade dos custos operacionais de um caminhão; por isso, se conseguir economizar no consumo de diesel, o caminhoneiro pode ter um lucro muito maior no fim do mês. E isso é possível com a adoção de pequenas mudanças simples no comportamento do motorista durante as viagens. Confira algumas delas:

1. Mantenha os pneus calibrados – Especialistas afirmam que calibrar os pneus regularmente pode contribuir para a redução de cerca de 20% a 25% no consumo de combustível. Pneus não calibrados corretamente/regularmente podem ficar mais aderentes ao chão, forçando o motor do caminhão a trabalhar com mais intensidade para deslocar o veículo. Como consequência, existe um gasto maior de combustível, que pode ultrapassar R$ 19 mil/ano, considerando que, em um ano, esse caminhão com pneus murchos percorreu o equivalente a 100 mil quilômetros.

2. Não exceda a carga do seu caminhão – Exceder o limite de peso, além de ser uma prática passível de multa, pode danificar o sistema de suspensão, os pneus e fazer com que você gaste mais combustível durante a viagem. Segundo o Departamento de Eficiência Energética dos EUA, cada 40 quilos extras impactam em 2% de aumento no consumo de combustível.

3. Faça um bom planejamento da sua rota – Escolher as rotas mais curtas e práticas pode contribuir para a economia de centenas de litros de combustível por ano. Instruções por voz, passo a passo, podem levar o veículo diretamente ao destino. Para economizar, é preciso escolher não somente as rotas curtas, mas também as mais eficazes. Procure caminhos sem muitos buracos, ladeiras ou grande fluxo de veículos. Com isso, você chega rápido ao destino gastando menos.

4. Escolha postos confiáveis – Abasteça sempre em estabelecimentos confiáveis, recomendados pela empresa contratante e/ou por colegas da estrada. Fique sempre atento às ofertas, pesquise, compare preços e fuja daqueles muito abaixo do mercado. Se você puder optar por maneiras de receber pelo seu combustível, escolha meios de pagamento como o Vale-Abastecimento Pamcard, que garante o preço à vista do combustível, contribuindo para que você economize bastante na hora de abastecer. (Se ainda não conhece o Vale-Abastecimento Pamcard, clique aqui para saber mais.)

5. Dirija com velocidade constante – Quase todos os veículos aproveitam melhor seu combustível quando estão andando entre 40 km/h e 70 km/h. Por isso, é importante ficar atento ao conta-giros do painel para trafegar na faixa de economia indicada. Dirigir o máximo possível dentro dessa faixa contribui para diminuir o consumo, pois evita a sobrecarga do motor com rotações altas ou baixas demais. Além disso, tanto a frenagem quanto a aceleração levam ao esforço e ao desgaste das peças do sistema mecânico, intensificando o consumo de diesel. Logo, a direção econômica é aquela que retém a mesma marcha engatada — a mesma rotação — por mais tempo.

6. Realize manutenções periódicas – Essas revisões ajudam a evitar custos com paradas por avarias, além de permitir que o caminhão esteja o mais próximo possível das especificações procedentes de fábrica. O ajuste do sistema de arrefecimento e as trocas de fluidos e filtros também são procedimentos que mantêm o motor em pleno funcionamento, entregando uma melhor combustão. Isso faz com que o consumo permaneça adequado e seguro.

7. Não rode na banguela – O sistema mecânico dos caminhões hoje em dia já está adaptado para diminuir a injeção de diesel quando o pé é removido do acelerador em descidas e, por isso, usar o ponto morto em ladeiras já não contribui mais para a economia de combustível. Pelo contrário, se você deixar o veículo na banguela, ele vai deduzir que logo será preciso acelerar novamente, elevando o consumo.

Fonte: CERTIFICAÇÃO ISO / RODOJACTO.

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Categorias
Uncategorized

Saiba como escolher um lugar seguro para pernoitar

ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Saiba como escolher um lugar seguro para pernoitar

A Lei do Descanso determina que o caminhoneiro faça paradas de 30 minutos a cada quatro horas ao volante e, durante essa jornada, deve parar durante 1 hora para realizar refeições. Além disso, outra regra vigente é que deve existir um intervalo diário de 11 horas entre uma viagem e outra.

Diante dessa obrigatoriedade e da importância que o descanso tem na jornada dos caminhoneiros, selecionamos algumas orientações para se manter seguro durante o pernoite e evitar uma abordagem surpresa.

  • Tenha conhecimento sobre a rota de cada viagem, para programar o horário de chegada no melhor ponto de pernoite. Este deve estar no Rotograma e autorizado pela Central de Monitoramento
  • Observe se local escolhido tem boa iluminação, banheiros apropriados (com chuveiros, para otimizar seu tempo), estacionamento amplo e vigilância 24hs. Se não for bom informe a Central e a Transportadora.
  • Informe a Central de Monitoramento para que bloqueie seu veículo, pois assim sua noite será ainda mais tranquila
  • Pare seu caminhão sempre próximo ao posto de vigilância, não deixe seu veículo muito afastado ou fora de seu campo de visão
  • Se identificar Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, denuncie no disque 100 e ao 0800 740 4000, seja um motorista socialmente responsável.

Estas são apenas algumas dicas úteis para assegurar um descanso mais tranquilo.

Mas lembre-se : o mais importante é nunca deixar de pernoitar.

Este comportamento é essencial para sua saúde, bem estar, e garante uma viagem segura.

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Categorias
Uncategorized

A jornada na estrada pode trazer consequências negativas para a saúde do caminhoneiro

ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

A jornada na estrada pode trazer consequências negativas para a saúde do caminhoneiro

Quem vive na estrada sabe como é desafiador manter corpo e mente saudáveis diante de tantas situações que acontecem no dia a dia; afinal, além da quantidade de horas que o caminhoneiro passa dentro da cabine e o desconforto na hora de descansar, tomar banho e se alimentar, existe o desgaste mental por causa da pressão em relação ao cumprimento de prazos e possíveis riscos e obstáculos que ele pode encontrar durante o percurso.

Porém, mesmo em trânsito constante, é fundamental encontrar maneiras de cuidar da saúde, já que, sem ela, você pode perder a capacidade de trabalhar. Por isso, relacionamos algumas atitudes simples de serem adaptadas ao seu dia a dia que poderão ajudá-lo a ganhar mais qualidade de vida durante suas viagens. Confira:

  • Faça alongamentos sempre que possível e mantenha a postura correta ao dirigir.
  • Mesmo com o estresse do trânsito em algumas regiões, mantenha a calma. Ouvir música, encher os pulmões de ar e expirar lentamente ajuda muito nesses momentos de tensão.
  • Evite a ingestão de álcool, refrigerantes e outras drogas. Se beber, nunca dirija, pense que sua vida e a de outras pessoas estão em jogo.
  • Durma bem e tente se alimentar de forma saudável; evite ao máximo comidas muito gordurosas.
  • Mantenha-se hidratado! Tomar água é fundamental para o bom funcionamento do nosso corpo, além de manter a disposição e auxiliar na manutenção do peso.
  • Adote uma rotina de exercícios simples em seus períodos de parada, como caminhada, corrida, abdominais e até alongamentos etc.
  • Evite a dor da saudade e mantenha sempre contato com a família.
  • Programe-se para fazer exames preventivos e leve sempre com você os seus medicamentos de uso regular, além de um kit de primeiros socorros. Mas tenha cuidado com medicamentos que podem causar efeitos colaterais perigosos, como vertigem, euforia, sono etc.

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Categorias
Uncategorized

Negócio entre colegas

ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Negócio entre colegas

Dificuldades com a burocracia e altos custos de financiamento levaram carreteiros autônomos a desenvolverem um modo próprio para aquisição de caminhão, feita diretamente com colegas de estrada, em transações sem cobrança de juros e muitas vezes até com pagamento facilitado

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Categorias
Uncategorized

Infrações mais cometidas pelos caminhoneiros

ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Infrações mais cometidas pelos caminhoneiros

Todo motorista de caminhão sabe que um dos grandes riscos da profissão são os acidentes de trânsito. Segundo informações da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil ocupa hoje a quinta posição no ranking mundial de mortes por acidentes no trânsito, e para reverter esse quadro alarmante ainda temos muito o que fazer, seja por parte dos motoristas, seja por parte dos órgãos do governo.

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Categorias
Uncategorized

4 cuidados para evitar prejuízos com caminhão

ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

4 cuidados para evitar prejuízos com caminhão

Apesar da inspeção em caminhões ser imprescindível para promover a segurança na estrada e evitar custos e paradas inesperadas, alguns motoristas não realizam manutenção preventiva.

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin